domingo, 7 de junho de 2009

To boldly go where no Man has gone before... 2

Jornada nas Estrelas III - À Procura de Spock (Star Trek III - The Search for Spock) 1984
Spock morreu, mas antes passou todo o seu conhecimento e impressões acerca do universo para o Dr. McCoy. E agora sobra pro Almirante Kirk e sua equipe resolver a parada. Coisa trivial: eles roubam a Enterprise, sabotam a Excelcior, invadem uma zona proibida e destroem a Enterprise. Mas dessa vez o inimigo é Christopher Lloyd, um Klingon, que deseja a arma gênesis para seu império, antes que pudesse se tornar o cientista americano que modificaria um DeLorean para que Martin McFly fosse para lá e para cá no tempo. Estou perdendo o foco... Com muita ação, e um Spock que voltou à vida e envelhece junto com o planeta, Kirk dessa vez enfrenta seu maior desafio: a morte de seu filho, que mal havia conhecido. Mas o rapazola morreu como deveria ter morrido o pai quatro filmes depois, numa briga para defender seus companheiros. No final das contas a tripulação de Kirk derrota os klingons, rouba a nave deles e de quebra salva um Spock já adulto e praticamente acéfalo, e o leva para Vulcano, onde desentope a cabeça do bom doutor Magro e praticamente recupera suas lembranças. Muito bão também esse.

Jornada nas Estrelas IV - A Volta Para Casa (Star Trek IV - The Voyage Home) 1986
Ok. Spock está de volta, apesar de meio estranho. E agora? Agora é hora de voltar para casa à bordo da nave klingon e enfrentar um duro julgamento. Claro que as coisas não poderiam ser tão simples assim. Com uma recaída para enredos passados, dessa vez uma "sonda desconhecida que ameaça a Terra" emite sons misteriosos, e quer respostas. Nossa querida tripulação se vê, então, na obrigação de fazer o que um planeta inteiro cheio de especialista não conseguiu: salvar o dia. Eles descobrem que o tal som é o emitido por baleias jubarte, que por um acaso já estão extintas no século 23. A saída, uma nova "viagem no tempo", dessa vez para o final dos anos 1980. Acabam-se aí os clichês. O que vem depois é uma história divertida às beças, com ótimas gags, o que inclui um vulcano tentando falar palavrões, um engenheiro espacial às voltas com um computador pré-histórico, um russo invadindo um porta-aviões nuclear americano em plena guerra fria, e um médico do séc. 23 na Idade Média da medicina do séc. 20. No final das contas eles conseguem um casal de jubartes e uma bióloga intrometida, voltam para seu tempo e salvam a Terra e a Federação. Mas como foram maus meninos no episódio anterior, sofrem uma queda de patente são comissionados a uma nova Enterprise. De volta com o Capitão Kirk e Comandante Spock, então.

2 comentários:

Rob Seixas disse...

Você já está sendo um bom "resenhista" de filmes, cidadão brasileiro! Ao menos, no que se refere a Star Trek...

Bom, um dos filmes da série trás Whoopi Goldberg no elenco, mas não sei qual é. O bom é exatamente isso: sempre tem um astro famoso que faz participação na série. Até!

Inkling disse...

Este filme encerra com chave de ouro a saga iniciada com A Ira de Khan..
Muito, muito, muito bom..
Aliás, preciso fazer uma reserva financeira pra comprar estes filmes um dia.. são dos que valem a pena comprar o box!